Evolução do mercado depende de projetos corretos

Um dos “gargalos” (e, ao mesmo tempo, uma das áreas com maiores oportunidade de negócios) para a adoção em maior escala dos sistemas drywall no mercado brasileiro, é a falta de arquitetos, engenheiros e técnicos em edificações capacitados a elaborar projetos completos de vedações internas utilizando essa tecnologia. (+)

(+) Um bom projeto, especificando os componentes corretos e incluindo todos os detalhes necessários à montagem, é fundamental para garantir o bom desempenho dos sistemas drywall. A afirmação é do gerente técnico da Associação Brasileira do Drywall, Carlos Roberto de Luca.

Segundo ele, em geral, os projetos trazem indicações sumárias, como dois traços paralelos com a indicação “drywall” para representar uma parede. Isso não explica praticamente nada e ainda pode conduzir a erros. Como a maioria das construtoras transfere aos montadores de drywall a responsabilidade pela interpretação do projeto, observam-se na prática escolhas equivocadas de configurações de paredes, que não atendem à norma técnica ABNT NBR 15758:2009 (que define as regras de montagem de paredes, forros e revestimentos em drywall) nem à Norma de Desempenho ABNT NBR 15575:2013, que entra em vigor em julho de 2013 e define padrões de comportamento (em especial isolamento sonoro e resistência mecânica e ao fogo) para todos os elementos construtivos.

Adicionar aos favoritos o permalink.

Os comentários estão encerrados.